Veias e artérias do corpo humano – Pequena circulação – Grande circulação

As veias  e artérias são condutos que compõem o sistema circulatório e tem a função de levar o sangue a todos os órgãos e tecidos do corpo humano.

veias-artérias-corpo

Veias do corpo humano

As veias que compõem o organismo constituem de condutos delgados que distribuem-se por todo o corpo humano, apresentando diversas variações de calibre. Grande parte das veias são constituídas por pequenas válvulas, cujo objetivo é evitar que ocorra algum tipo de refluxo ou retorno na circulação sanguínea.veias

As veias assemelham-se estruturalmente às artérias, diferenciando-se principalmente em suas funções e características específicas.

Diferente das artérias, as veias apresentam as paredes mais finas e menos resistentes. Entretanto, assemelham-se por receber suas nutrições por intermédio de nervos e vasos sanguíneos.

Outro ponto em que as veias diferenciam-se das artérias é em sua função principal: enquanto as artérias tem a função de levar o sangue do coração ao corpo, as veias realizam o trabalho inverso.

Além do sangue, as veias direcionam para o coração agentes nocivos provenientes do metabolismo tissular. O transporte é auxiliado pelos músculos esqueléticos.

Anatomia das veias

Analisando a estrutura das veias em corte, é possível observar que são constituídas por um revestimento triplo, que são classificados como:

  • Túnica adventícia: A camada externa do revestimento das veias, constituída por tecido conjuntivo. É através da túnica adventícia que as camadas posteriores recebem a nutrição correspondente;
  • Túnica média: É a camada central do revestimento, apresenta a maior resistência entre as três e é constituída por tecido muscular;
  • Túnica íntima: É a camada interna das veias, formada por células enodteliais distribuídas em tecido conjuntivo.

anatomia-da-veia

Artérias do corpo humano

As artérias do corpo humano fazem parte do sistema circulatório e constituem em condutos por onde circula o sangue, distribuindo-se em inúmeras ramificações. Essas ramificações vão diminuindo de calibre conforme sua extensão até tornarem-se arteríolas. Elas vão se enraizando em órgãos e tecidos, numa estrutura capilar.

As artérias mantem-se conectadas umas com as outras através de ramos anastomóticos, otimizando a distribuição de sangue pelo corpo.  As artérias possuem as paredes mais espessas e resistentes comparadas às veias, auxiliando no controle da pressão sanguínea.

artérias

Artéria aorta

A aorta é a principal das artérias do sistema circulatório, cuja função é captar o sangue proveniente dos pulmões (já oxigenado) e distribuí-lo para os órgãos e tecidos do corpo humano graças à circulação sistêmica.

Possui um grosso calibre e paredes resistentes e elásticas, características que ajudam a estabilizar o fluxo sanguíneo.

Ramificações da aorta

Como descrito anteriormente, da aorta, derivam-se ramificações que distribuem o sangue para o corpo, entre as quais é importante destacar:

  • Artérias carótidas comuns: São duas, ramificando-se em várias outras, responsáveis pela irrigação da região superior do corpo (cabeça e pescoço);
  • Artérias subclávias: Além de transportarem sangue para a cabeça e pescoço através de suas ramificações e veias, também irrigam os membros superiores;
  • Artéria femoral: É a segunda maior artéria do corpo (depois da aorta), responsável por distribuir o sangue para os membros inferiores. Apresenta seu maior calibre na altura das coxas, de onde ramifica-se para todos os tecidos.
  • Artéria Ilíaca: Além de irrigarem os membros inferiores, também são responsáveis pelo transporte de sangue até a região pélvica.
  • Artérias renais: Mantem a irrigação de sangue para os rins.
  • Artérias sistêmicas: Tem a função de transportar o sangue para as veias e posteriormente aos capilares através das arteríolas, afim de realizar trocas gasosas e de nutrientes.

Artérias pulmonares

As artérias pulmonares têm a função de irrigar os pulmões com sangue venoso, que possui uma alta concentração de CO2. É bombeado pelo coração através de seu ventrículo direito, de onde é encaminhado para os pulmões afim de ser oxigenado.

Grande circulação

Na grande circulação, o sangue oxigenado é bombeado para o corpo através do ventrículo esquerdo, utilizando-se da artéria aorta. Logo após realizar todo o circuito, o sangue volta para o coração pobre em oxigênio e rico em CO2, entrando pelo átrio direito, através das veias cavas.

pequena-e-grande-circulação

Pequena circulação (respiração pulmonar)

O sangue, que retorna ao coração pobre em oxigênio após a grande circulação, é bombeado para os pulmões através do ventrículo direito. Nos pulmões, acontece o processo de troca gasosa, onde ocorre a oxigenação do sangue.

Em seguida o sangue, já rico em oxigênio, é encaminhado de volta para o coração, aonde entra no átrio esquerdo, de onde é encaminhado realizar a grande circulação.

Capilares

Os capilares são ramificações microscópicas de vasos sanguíneos. São provenientes de ramificações originadas das artérias, veias e arteríolas, que diminuem seu calibre cada vez mais até tornarem-se capilares.

Suas paredes são constituídas de epitélio e são responsáveis por realizar trocas gasosas. Os capilares são os menores vasos sanguíneos do sistema circulatório.

Veias, artérias e capilares – Sistema circulatório

Continue aprendendo sobre o SISTEMA CIRCULATÓRIO