Traqueia | Anatomia e Função | Histologia | Resumo

A traqueia é um tubo contínuo acima com a laringe e terminando abaixo pela divisão em dois brônquios principais que passam para os pulmões direito e esquerdo respectivamente. A seguir aprenderemos tudo sobre a mesma, sua anatomia, função e histologia em um resumo completo.

traqueia-anatomia

Função da traqueia no sistema respiratório

A função da traqueia no sistema respiratório é filtrar, umedecer e regular a temperatura do ar aspirado para então encaminhá-lo aos pulmões.

Estrutura da traqueia

A traqueia é impedida de colapso por cerca de 20 cartilagens em forma de U ou de ferradura que estão dispostas em sua parede uma sobre a outra de tal modo que cada uma quase circunda o lume. As extremidades destes anéis cartilagíneos incompletos são voltadas para trás e o intervalo entre as duas extremidades de cada anel é coberto por ponte de tecido conectivo e músculo liso.

Anatomia da traqueia

Se uma secção longitudinal é praticada na parede da traqueia, os anéis cartilagíneos que circundam sua parede são cortados em seção transversal. O aspecto de cada anel, em secção transversal, é grosseiramente ovoide com o maior diâmetro súpero-inferior de 3 ou 4 mm e o maior diâmetro médio lateral de aproximadamente 1 mm.

como-funciona-a-traqueia

A superfície interna de cada anel é convexa e sua superfície externa, relativamente, achatada. O espaço entre anéis adjacentes é, consideravelmente, menor do que os diâmetros súpero-inferiores dos próprios anéis e é preenchido com tecido conectivo denso que é contínuo com aquele do pericôndrio de cada anel.

Fisiologia e função das fibras

Os feixes de fibras colágenas que formam este tecido conectivo são entrelaçados de tal maneira que certo grau de elasticidade é conferido à parede traqueal. Algumas fibras elásticas, distribuídas entre os feixes de fibras colágenas, que desempenham uma importante função na condução do fluxo do ar.

A traqueia é forrada com uma túnica mucosa. A membrana consiste de epitélio pseudo-estratificado colunar ciliado com cédulas caliciformes, cuja função é atuar na lubrificação. A lâmina própria sobre a qual repousa o epitélio é condensada para formar uma membrana basal moderadamente distinta. O restante da lâmina própria contém uma grande proporção de fibras elásticas.

Histologia da traqueia

Uma tendência para o caráter linfático é indicada pela presença, na membrana, de células da série linfocítica e verdadeiros nódulos ocasionais. A face profunda da lâmina própria é marcada por uma densa lâmina ou membrana de elastina. O tecido situado logo para fora desta é chamado tela submucosa.

localização-da-traqueia

As porções secretoras serosas, estão incrustadas na submucosa. Em secções longitudinais da traqueia, as porções secretoras destas glândulas são vistas dispostas, principalmente, na tela submucosa que preenche os espaços triangulares entre cartilagens adjacentes. Os duetos destas glândulas perfuram a lâmina elástica da lâmina própria para esvaziarem-se na face interna da mesma.

Outras unidades secretoras localizadas na traqueia

Algumas unidades secretoras podem estar, também, presentes na lâmina própria. A parede posterior é composta de feixes entrelaçados de fibras musculares lisas, dispostas principalmente no plano transversal e enlaçadas por tecido conectivo.

A face interna da parede posterior da traqueia é forrada com túnica mucosa semelhante àquela que reveste o restante de sua parede. As unidades secretoras das glândulas estão presentes na mucosa, por fora dela nos interstícios entre os feixes de músculo liso, e mesmo por fora dos músculos lisos, no tecido conectivo das camadas mais externas da parede.

Anatomia da traqueia – Função e histologia

Continue aprendendo sobre o SISTEMA RESPIRATÓRIO

Gostou de aprender sobre a histologia e função da traqueia? Compartilhe!